O que é o marketing de conteúdo e como definir uma boa estratégia

O que é o marketing de conteúdo e como definir uma boa estratégia

Hoje, não basta apenas vender o produto para conquistar o consumidor, o marketing precisa criar conexão e engajar

Na era digital, a disputa pela atenção do público é muito acirrada. Para conquistar os consumidores, as empresas não devem apenas promover seus produtos e serviços como fazer os anúncios, mas também transmitirem sua própria mensagem para se conectarem com seu público e engajá-la de verdade. Por isso, é importante que você saiba o que é marketing de conteúdo.

A seguir, apresentamos mais sobre essa área que é fundamental para o fortalecimento da marca e aproximação com o público.

O que é Marketing de Conteúdo?
 “Marketing de Conteúdo é uma abordagem que envolve criar, selecionar, distribuir e ampliar conteúdo que seja interessante, relevante e útil para um público claramente definido com o objetivo de gerar conversas sobre conteúdo”.

Como o Marketing de Conteúdo surgiu?
Embora o Marketing de Conteúdo tenha se consolidado no digital e seus grandes formatos sejam online, como veremos em breve, o primeiro grande exemplo que desenvolve esse tipo de estratégia aparece de forma física em 1895, com a revista The Furrow, criada pela empresa norte-americana John Deere, comercializadora de máquinas para a atividade agrícola.

A publicação já nasceu com o intuito de trazer informações relevantes para o público da empresa ‒ os agricultores ‒ para que eles ampliassem e qualificassem seus negócios. A venda das máquinas da John Deere seria uma consequência ao passo que seus clientes conseguissem mais renda, com a ajuda do conhecimento fornecido pela revista.

Outro exemplo que mostra que a ideia do Marketing de Conteúdo não é tão recente como muitos pensam é o guia de restaurantes criado pela Michelin em 1889. A empresa partiu do princípio que para vender pneus era preciso que as pessoas usassem mais seus carros e, assim, criou uma curadoria de pontos gastronômicos para o público explorar.

Em ambos os casos, o número de vendas aumentou, evidenciando que conhecer o público e suas necessidades e produzir um conteúdo direcionado faz toda a diferença para uma empresa.

Como definir uma estratégia de Marketing de Conteúdo
Kotler defende que o marketing de conteúdo deve ser trabalhado a partir de oito passos, começando pela fixação de meta. A empresa deve se perguntar o que deseja atingir com a campanha de marketing de conteúdo: o foco maior é desenvolvimento de marca ou crescimento de vendas? Depois é hora de mapear o público, definir quem são os consumidores e quais são suas necessidades e desejos.

Com isso definido, será importante ter um planejamento, pensando nos temas, formatos e um calendário. Aí vem a criação de conteúdo em si e a distribuição dele, que pode acontecer em canais próprios, pagos ou conquistados. Em seguida, é o momento de pensar em ampliar o conteúdo, ou seja, como interagir e criar conversas com os consumidores em torno dele. Por fim, deve-se avaliar os resultados da campanha de Marketing de Conteúdo e estudar melhorias.

Ferramentas de Marketing de Conteúdo que podem ser usadas
Em todas essas etapas citadas acima, existem ferramentas que podem executar tarefas que costumam tomar muito tempo, deixando maior disponibilidade para as equipes pensarem estrategicamente. Isso, além de acelerar os processos e aumentar a produtividade, traz um ganho de resultado importante, uma vez que elas trazem dados interessantes e eficientes.

Para planejar os conteúdos, é importante entender o que as pessoas estão buscando saber. O Google Trends, por exemplo, é uma ferramenta para acompanhar tendências e comparar palavras-chave pensando em SEO (Search Engine Optimization). Nesse sentido, o Semrush também pode ajudar na busca por termos em alta, assim como fazer pesquisas de mercado e análise competitivas.

Já ferramentas como o Google Analytics podem auxiliar muito na avaliação de resultados e em estratégias de melhorias. A plataforma envia relatórios com informações importantes, como as taxas de exibição e clicks no site, localização geográfica dos visitantes e como chegaram à página.

Um conteúdo de qualidade vai reter o usuário por mais tempo na página, favorecendo o SEO e, portanto, o ranqueamento no Google. Com maior confiabilidade no site, o engajamento cresce, assim como as taxas de conversão e fidelização.

O Marketing de Conteúdo, além de eficaz, é uma maneira muito mais interessante de educar o público e conquistar novos clientes. Por meio dele, as empresas conseguem aumentar sua exposição e reconhecimento, construindo uma marca mais sólida. No fim, elas conseguem vender mais produtos ou serviços e gerar mais receita.

Quem não usa o Marketing de Conteúdo já está fora da roda de conversa, tão importante para qualquer negócio.

Somos especialistas em marketing de conteúdo. Entre em contato e saiba mais.

 

Comments

No comments yet. Why don’t you start the discussion?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *